A incrível história dos MMORPGs pagos

A história dos jogos online vai muito para além daquilo que pensamos conhecer. Ao contrário do que se pensa, os jogos online já existem há muito tempo, tendo sido massificados para todo o mundo nas últimas décadas, devido à globalização da internet e das enormes velocidades a que se consegue transmitir informação hoje em dia. O nascimento dos jogos online transporta-nos para 1974, quando a Mazewar criou o primeiro mundo gráfico virtual, dando uma vista em primeira pessoa aos jogadores enquanto estes passeavam num labirinto e atiravam um no outro.

Ainda no mesmo ano, o sistema PLATO que era na altura um sistema de computador educacional baseado em computadores mainframe com consolas gráficas foi um dos primeiros sistemas na área de sistemas multi-jogador, tendo criado jogos como Spasim, um jogo de batalhas espaciais que suportava até trinta e dois jogadores em simultâneo ou então o sistema de chat para vários utilizadores, tendo este o nome de Talkomatic. Ainda nesta fase inicial e também para o sistema PLATO, Jim Shwaiger criou o jogo Oubliette, que um ano mais tarde foi publicado para o sistema MUD1 e era tão difícil de se jogar sozinho que o jogo era jogado por grupos de jogadores, isto é, era tão difícil de sobreviver no jogo para os jogadores, que apenas o conseguiam se trabalhassem em equipa. Mais tarde, em 1977 jogos como Moria ou Avatar foram publicados seguindo as linhas originais dos jogos já falados (seriam estes os pioneiros dos jogos online)

Assim, em 1980 surgiu o primeiro Massive Multiplayer Role Playing Online Game, sendo um género de jogo totalmente novo, em que além de ser um jogo em que o jogador interpreta determinado papel, faz missões e evolui tinha agora também a possibilidade de interagir com outros jogadores através da conexão à internet. Embora exista muita discussão sobre qual o primeiro jogo deste género, a verdade é que se considera que foi a Ilha de Kesmai, que tendo começado a ser desenvolvido em 1980 apenas saiu para o mercado em 1985 nos Estanos Unidos, pelo preço de 12 dólares por hora através de um serviço online (ComputeServe) e prestava apoio até cem jogadores.

Jogo UO do Shard Mystic Second Age
Jogo UO do Shard Mystic Second Age

Podemos dizer então que o termo MMORPG (Massive Multiplayer Online Role Palying Game) foi introduzido nas nossas vidas por Richard Garriott, o “pai” de Ultima Online, em 1997. Tal como o tipo do jogo indica, é um jogo online para uma comunidade enorme. Por esta altura nunca se pensou que tais jogos pudessem alcançar milhares de milhões de jogadores e que revolucionariam o mercado dos jogos. Assim, ao longo da década e com o evoluir dos motores gráficos, surgiram o que se pode chamar de MMORPG’s de segunda geração, tendo então sido incluído neste género de jogos o PvP (player versus player), e por esta altura falamos de jogos como Age of camelot, Counter-Strike (um enorme sucesso) e o enorme World of Warcraft. Na década de 2000 os MMORPG’s Deixaram de ser exclusivos para PC e alargaram os seus horizontes às consolas (Xbox 360 e Playstation, entre outras) não tenho o sucesso esperado. Com as plataformas seguintes (PS3) a generalização destes jogos foi tremenda, estando agora disponíveis para quase todas as plataformas.